Tempo de aquecimento do motor

Assuntos específicos relacionados ao sistema de ar e arrefecimento.
Edinho_sl
Membro SL (Ní­vel 1)
Mensagens: 35
Registrado em: 11 Mai 2018, 13:26
Cidade: Sao Leopoldo
Estado: Rio Grande do Sul-RS
Modelo: Monza Hi-Tech
Motor: 2.0
Ano: 1993
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Tempo de aquecimento do motor

Mensagem não lida por Edinho_sl »

Boa tarde amigos.
Recentemente tive problemas com o sistema de arrefecimento, uma mangueira estourou e resolvi mandar fazer uma revisão completa, assim como a substituição de qualquer peça desgastada.
Sendo assim, troquei muitas mangueiras, válvula termostática, sensor e chicote do sensor de temperatura. O que eu estranhei é que o carro ficou quinze minutos ligado e não acionou a ventoinha, sendo que antes, ele ligava em dez minutos e desligava quatro minutos depois.
Devo dizer que a temperatura não ultrapassou a metade da escala e não funciona o primeiro estágio. Se alguém tiver alguma informação sobre tempos e puder compartilhar, eu agradeço.
Avatar do usuário
dutra s a
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
Mensagens: 2276
Registrado em: 29 Abr 2010, 23:31
Cidade: SP
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: Tempo de aquecimento do motor

Mensagem não lida por dutra s a »

Edinho, você deveria dar atenção numa coisa simples. Trocar peças só se for necessário e não sair trocando só porque é revisão. Você pode ter trocado peças originais (caso tiver) em bom estado e funcionando bem por peças de qualidade ruim "paralela."

Exemplo disso são sensores da I.E., caso foi necessário com os devidos testes, aí tudo bem.

No caso de acionar a ventoinha do radiador, você poderia verificar com scanner ligado no carro para acompanhar a temperatura, ao atingir 101 Graus ela será acionada, e desligada por volta de 96/94 Graus .

Certa vez eu usei uma válvula termostática com início de abertura em 87G para ver o comportamento e ficou péssimo, demorava para ligar a ventoinha, demorava demais para atingir 101 Graus, portanto, se atente a isso e mais: ligação corretas das mangueiras, sensor correto e válvula correta boa, pois mesmo peças novas podem vir com problemas.

Se tiver funcionando certinho acompanhando por scanner, então indica que da outra forma poderia estar irregular, apesar de funcionar mesmo assim.

abs estamos ai
CAÇA 94 GLS F 18WR+ ETANOL X 2.0 E.F.I. - DCR
Avatar do usuário
luiz sle
Monza-Man (Nível 11)
Mensagens: 9120
Registrado em: 10 Dez 2009, 17:55
Cidade: Cajamar
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza S/R
Motor: 2.0
Ano: 1988
Combustível:: Etanol
Injeção: Carburador

Re: Tempo de aquecimento do motor

Mensagem não lida por luiz sle »

Edinho_sl escreveu: 22 Fev 2022, 15:18 Boa tarde amigos.
Recentemente tive problemas com o sistema de arrefecimento, uma mangueira estourou e resolvi mandar fazer uma revisão completa, assim como a substituição de qualquer peça desgastada.
Sendo assim, troquei muitas mangueiras, válvula termostática, sensor e chicote do sensor de temperatura. O que eu estranhei é que o carro ficou quinze minutos ligado e não acionou a ventoinha, sendo que antes, ele ligava em dez minutos e desligava quatro minutos depois.
Devo dizer que a temperatura não ultrapassou a metade da escala e não funciona o primeiro estágio. Se alguém tiver alguma informação sobre tempos e puder compartilhar, eu agradeço.
Bom dia, Edinho.

É difícil precisar quantos minutos demora para ventoinha disparar com o carro funcionando parado, na garagem por exemplo. A temperatura ambiente conta muito, em um dia frio, levará mais tempo para chegar na temperatura ideal de trabalho.
De qualquer forma, a primeira velocidade da ventoinha só é acionada com o ar-condicionado em funcionamento, mesmo que o motor esteja frio ela é acionada. O segundo estágio entra, assim que o motor atinge 101ºC.

A condição normal é de a ventoinha armar no 1/2 de escala e desarmar próximo a 1/4 de escala. Se seu Monza antes era diferente, era condição errada, desde que hoje o marcador esteja marcando corretamente e a temperatura do motor esteja armando a ventoinha próximo do 101ºC.

A VT do Monza 2.0 EFI álcool e gasolina tem início de abertura aos 92ºC e abertura total aos 107ºC. Repare se ocorre a abertura da VT monitorando o marcador de temperatura do painel.

Outra característica importante, é com relação ao uso de adtivo. Esse tem a troca de calor mais demorada do que quando abastecido apenas com água, ou seja, demora mais para aquecer e esfriar.

Abraço.
Monza, a relação do homem e a máquina.

Momento de força (Torque) máximo líquido:
179N.m (17,5 kgf.m) a 3.000rpm!
Carburador de duplo estágio 2E7
Potência máxima líquida (ABNT NBR-5484)
81kW (110 CV) a 5.600 r.p.m.
1998 cc³

Ex: Monza SL/E 1986
Atual: Monza S/R 1988
Polo TSi 2019
Up! TSi 2020
Edinho_sl
Membro SL (Ní­vel 1)
Mensagens: 35
Registrado em: 11 Mai 2018, 13:26
Cidade: Sao Leopoldo
Estado: Rio Grande do Sul-RS
Modelo: Monza Hi-Tech
Motor: 2.0
Ano: 1993
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: Tempo de aquecimento do motor

Mensagem não lida por Edinho_sl »

dutra s a escreveu: 23 Fev 2022, 00:29 Edinho, você deveria dar atenção numa coisa simples. Trocar peças só se for necessário e não sair trocando só porque é revisão. Você pode ter trocado peças originais (caso tiver) em bom estado e funcionando bem por peças de qualidade ruim "paralela."

Exemplo disso são sensores da I.E., caso foi necessário com os devidos testes, aí tudo bem.

No caso de acionar a ventoinha do radiador, você poderia verificar com scanner ligado no carro para acompanhar a temperatura, ao atingir 101 Graus ela será acionada, e desligada por volta de 96/94 Graus .

Certa vez eu usei uma válvula termostática com início de abertura em 87G para ver o comportamento e ficou péssimo, demorava para ligar a ventoinha, demorava demais para atingir 101 Graus, portanto, se atente a isso e mais: ligação corretas das mangueiras, sensor correto e válvula correta boa, pois mesmo peças novas podem vir com problemas.

Se tiver funcionando certinho acompanhando por scanner, então indica que da outra forma poderia estar irregular, apesar de funcionar mesmo assim.

abs estamos ai
Com certeza, eu só troco peças quando necessário e após avaliação de mecânico qualificado, mas pude observar que o carro está funcionando normalmente, eu só me refiro a tempos, porque meu carro tem painel digital, então, a ventoinha liga e desliga com o marcador no mesmo lugar, metade da escala.
Mas eu acredito que esteja tudo certo, a única diferença que eu percebi, é que após essa manutenção, a ventoinha demora mais para acionar e após acionada, desliga em um minuto e meio, aproximadamente.
Avatar do usuário
Luiz Carlos (Rio)
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 4098
Registrado em: 15 Dez 2006, 11:22
Cidade: Rio de Janeiro
Estado: Rio de Janeiro-RJ
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: Tempo de aquecimento do motor

Mensagem não lida por Luiz Carlos (Rio) »

Edinho, isso de determinar tempos em se tratando de arrefecimento do motor do Monza é complicado. Há muitas variantes. A temperatura ambiente é uma delas, como disse o Dutra.
Outra coisa é o tipo de radiador instalado no carro. Substituí meu radiador brasado, original do Monza, por um aletado (não existe o brasado no mercado) e notei um aumento no tempo em que a ventoinha fica ligada até o ponteiro da temperatura baixar até 1/4 da escala e desligar. Antes isso era feito em 45 segundos, no verão. Agora demora muito mais.
Por outro lado, dependendo do ano do Monza a ventoinha atua de modo diferente.
No meu, ano 1994, a baixa velocidade da ventoinha só entra quando ligo o ar condicionado. Ou nunca, pois meu ar está inoperante e nunca ligo o mesmo. A alta velocidade entra sempre que o ponteiro da temperatura atinge o meio da escala. Com ar ligado ela entrava antes disso, às vezes, para melhorar o resfriamento do gás no condensador.
Já no Monza 95 que eu tinha antes o esquema era diferente. Com ar desligado só entrava a baixa velocidade. A alta, pelo jeito é só para reforçar a passagem de ar pelo radiador, que nos carros com ar fica prejudicada pela presença do condensador na frente dele.
Luiz Carlos
Monza GLS 2.0 -1994 EFI 2 portas - gasolina - prata argenta
Rio de Janeiro - RJ
Responder