MONZEIROS.COM - Tudo sobre o Chevrolet Monza!
Home   |    Ver minhas mensagens   |   Painel de Controle do Usuário   |   Entrar

A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Assuntos específicos relacionados ao sistema de ar e arrefecimento.

A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor branchini » 01 Dez 2008, 18:07

No meu EF500 1990 havia um problema de consumo de combustível carro fazendo 4.3 KM litro, ocorre que frio o sistema manda mais gasolina, depois de aquecido normaliza, o que acontecia com 90 graus ativava a ventoinha, pois a válvula termostática fazia a troca da água entre bloco e radiador, pois bem a ventoinha desligava com 40 graus, motor quase frio, de novo consumo alto, pois estou andando sem nenhuma modificação com 50% de gasolina e 50% de alcool (tá redondo)diagnostiquei que a ventoinha não podia ficar tanto tempo ligada, baixando demais a temperatura do motor, pois este motor funciona melhor aquecido solução encontrada pra resolver o problema de consumo e do rabo de galo,troquei a válvula termostática(conselho nunca retire a mesma, senão vc mata o carro e seu bolso) e troquei o cebolão do radiador colocando um de alcool resultado carro na cidade fazendo 7,5 Kml rodovia 11.8 temperatura arma com 90 graus desarma com 70 graus, ficou joinha, espero aqui ter dado minha colaboração abração Luiz
http://3dpapelmodelismo.blogspot.com/
Imagem
Avatar do usuário
branchini
Membro SL (Ní­vel 1)
 
Mensagens: 23
Registrado em: 12 Nov 2008, 21:11

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Carlos A. Freire » 01 Dez 2008, 19:56

O interruptor térmico desarmando com 70ºC? Isso ainda é muito pouco e fora do padrão do Monza. Coloque um que arma aos 92ºC e desarma aos 87ºC.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP
Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
 
Mensagens: 12790
Registrado em: 18 Jan 2007, 10:06
Estado: SP - São Paulo
Cidade: São Paulo
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1996/1996
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Luiz Carlos (Rio) » 02 Dez 2008, 09:35

branchini, o fato do eletro-ventilador funcionar mais tempo do que o necessário não implica em esfriamento maior do motor.
Se fosse assim, no carros onde o ventilador é acionado mecânicamente, pela correia de acessórios (meu Chevette, que dirigi por 32 anos era assim), o motor estaria permanentemente frio.
A única desvantagem do eletro-ventilador funcionar demais é o consumo de energia elétrica, que se traduz em consumo de combustível, já que o alternador não funciona de graça.
Como vantagem, a água do radiador estará sempre mais fria, o que propiciará um arrefecimento mais eficiente do motor, qdo a válvula termostática abrir.
Se o carro tiver ar condicionado, aí o ar vai funcionar com mais eficiência também.

Abraços
Luiz Carlos
Monza GLS 94 EFI 2 portas - gasolina - prata argenta
Rio de Janeiro - RJ
Avatar do usuário
Luiz Carlos (Rio)
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2448
Registrado em: 15 Dez 2006, 10:22
Estado: RJ - Rio de Janeiro
Cidade: Rio de Janeiro
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1994/1994
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor waldir » 02 Dez 2008, 18:42

Carlos Freire e Luiz Carlos,

Estou com uma dúvida sobre a Valvula Termostática do meu Monza e pode ser tbém 'cisma' minha.
Pela escala do ponteiro de temperatura a ventoinha está sendo ligada no 1/2 e desligada no 1/4. E quando tive problema com a ventoinha não ligar (que era devido mal contato no comutador) foi passado no scanner e apontava o acionamento em 102ºC
Pois bem, tenho percebido que a ventoinha tem ficado ligado mais tempo até desligar no 1/4. Essa demora poderia ser além de cisma, algum problema na VT?
ou me ocorreu agora também que a temperatura ambiente está maior, ou seja perto dos 30º e não dos 25º. A cisma sobre a VT é que ela é bem antiga talvez uns 8 anos, a original um anel de borracha tinha travado se me lembro bem.
Pergunto: que sintomas ocorrem quando não está abrindo direito? Se tiver problema na bomba dágua, o que ocorre e como posso verificar sem desmontar.

Obrigado

waldir
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya
Imagem
Avatar do usuário
waldir
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2949
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Estado: SP - São Paulo
Cidade: Campinas
Monza: Sedan Hi-Tech 2.0
Ano/Modelo: 1995/1995
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Carlos A. Freire » 03 Dez 2008, 11:31

waldir escreveu:Carlos Freire e Luiz Carlos,

Estou com uma dúvida sobre a Valvula Termostática do meu Monza e pode ser tbém 'cisma' minha.
Pela escala do ponteiro de temperatura a ventoinha está sendo ligada no 1/2 e desligada no 1/4. E quando tive problema com a ventoinha não ligar (que era devido mal contato no comutador) foi passado no scanner e apontava o acionamento em 102ºC
Pois bem, tenho percebido que a ventoinha tem ficado ligado mais tempo até desligar no 1/4. Essa demora poderia ser além de cisma, algum problema na VT?
ou me ocorreu agora também que a temperatura ambiente está maior, ou seja perto dos 30º e não dos 25º. A cisma sobre a VT é que ela é bem antiga talvez uns 8 anos, a original um anel de borracha tinha travado se me lembro bem.
Pergunto: que sintomas ocorrem quando não está abrindo direito? Se tiver problema na bomba dágua, o que ocorre e como posso verificar sem desmontar.

Obrigado

waldir


Waldir,

se a válvula termostática tiver um defeito de não abrir, vai restringir o fluxo do líquido de arrefecimento, e por isso, o motor vai superaquecer, o mesmo sintoma de bomba d´água com problemas nas aletas. Se o defeito da válvula termostática for de ficar aberta, o motor levará mais tempo para aquecer, da fase fria para normal, em rodovias e avenidas que se pode andar em velocidade constante, a temperatura vai ficar abaixo do normal, ou seja, na faixa azul do marcador.
Nesta condição, principamente nos veículos EFI, vão consumir muito combustível.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP
Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
 
Mensagens: 12790
Registrado em: 18 Jan 2007, 10:06
Estado: SP - São Paulo
Cidade: São Paulo
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1996/1996
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor waldir » 03 Dez 2008, 12:07

Carlos Freire,
obrigado pela informação. Acredito então que tudo esteja ok com a abertura da válvula. Talvez seja o acrescimo da temperatura do ambiente.
Hoje pela manhã aguardando a sua resposta e a do Luiz Carlos, fiquei pesquisando na Internet lendo tudo que aparecia sobre a tal válvula... e no Monza Club eu li a informação que é conveniente trocar a válvula depois que completar 40.000 Km e nesse interim eu já troquei 2 vezes a correia dentada e 1 vez a carcaça onde vai a válvula e o sensor térmico; na ocasião o mecanico falou que a válvula estava ok.

O sensor de temperatura eu o troquei em julho pp e quando tive problema com o não acionamento da ventoinha eu cogitei que o sensor tivesse pifado, então eu coloquei o antigo e que comprovou não ser ali o defeito. Porém, o sensor antigo estava fazendo acionar a ventoinha quase nos 3/4 ou seja, deveria estar enviando sinal ao modulo para acionar a ventoinha perto dos 110ºC eu creio... substitui é claro por aquele novo que comprei em julho e o sacanner acusou então 102ºC na abertura.

Desculpe o blablablá, mas vale como história ou como referência para quem lê este forum.

Abraços

waldir
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya
Imagem
Avatar do usuário
waldir
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2949
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Estado: SP - São Paulo
Cidade: Campinas
Monza: Sedan Hi-Tech 2.0
Ano/Modelo: 1995/1995
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Carlos A. Freire » 03 Dez 2008, 13:08

Waldir,

fica tranquilo... é sempre bom mostramos experiências vividas, para quem passar por isso ter noção do que está acontecendo.

Certa vez, fiz uma viagem de São Paulo a Presidente Prudente, que fica no interior de SP, a 570km da capital paulista. Fui na madrugada de um dia de julho, que fazia muito frio e com muita neblina pelo caminho. O ponteiro do marcador de temperatura do meu Monza GLS 96 gasolina, não saía da faixa azul. Ao chegar ao destino, percebi que o consumo de combustível foi muito grande. Troquei a válvula termostática e o consumo voltou ao normal.
Esse sintoma voltou a acontecer em junho deste ano, após uns 4 ou 5 anos depois. Felizmente, antes de fazer novamente a mesma viagem. Troquei a peça (VT), e viajei tranquilo para Presidente Prudente.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP
Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
 
Mensagens: 12790
Registrado em: 18 Jan 2007, 10:06
Estado: SP - São Paulo
Cidade: São Paulo
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1996/1996
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Luiz Carlos (Rio) » 03 Dez 2008, 14:25

Estou com um termostato novo já comprado, para instalar antes de pegar a estrada no Natal.
O termostato (válvula termostática) que está no motor eu troquei ha uns 3 anos, qdo comprei meu Monza, e a temperatura já não está legal.
Qdo faço o teste dele, antes do ponteiro atingir o meio da escala ele já dá passagem para a água do radiador.

Em trânsito congestionado, calor, etc, ainda dá para levar, mas pegar estrada com ele assim não dá, como disse o Carlos Freire.

Abraços
Luiz Carlos
Monza GLS 94 EFI 2 portas - gasolina - prata argenta
Rio de Janeiro - RJ
Avatar do usuário
Luiz Carlos (Rio)
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2448
Registrado em: 15 Dez 2006, 10:22
Estado: RJ - Rio de Janeiro
Cidade: Rio de Janeiro
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1994/1994
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor waldir » 03 Dez 2008, 17:53

Carlos Freire e Luiz Carlos,

agradeço os seus comentários e até sexta vou trocar a VT e depois comparar com a performance que o carro está tendo atualmente e oportunamente voltarei a comentar. Mas foi surpresa saber da troca periódica e vou alinhá-la com a troca da correia dentada, isto se não 'gritar' antes eventualmente.

Comento que a minha participação aqui neste forum tem sido de muita valia... passei a prestar atenção nas funções dos equipamentos e comecei a tomar cuidados que antes que não me ocorriam por falta de informação.

Abraços

waldir
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya
Imagem
Avatar do usuário
waldir
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2949
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Estado: SP - São Paulo
Cidade: Campinas
Monza: Sedan Hi-Tech 2.0
Ano/Modelo: 1995/1995
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Diego Paiva » 03 Dez 2008, 17:56

Pessoal, me tirem uma dúvida: os monzas 96 aquecem mais que os outros monzas???
Pegunto isso pois, o meu atinge uma temperatura maior que o SL/E 91 que meu primo teve.... já andei em outros monzas e, realmente o meu esquenta um pouco mais. Mas nunca andei em outro 96 para comparar. :?
Meu monza está válvula termostática está no lugar, ela tem pouco mais de 2 anos, água no nível certinho( não abaixa o nível), tampa do reservatório nova e original GM, sensor que indica a temperatura no painel novo e original GM; sensor da que fica na termostática também é novo.
Não sei se isso está certo, mas o meu, quando tinha painel analógico, ligava o ventilador do radiador só quando o ponteiro chegava ao meio (nunca liga o segundo estágio, só o primeiro), só liga o segundo estágio com o AC ligado e após algumas aceleradas. Ah, ele liga o segundo estágio em outra ocasião também.. é quando com o ar ligado, o ponteiro passava um pouquinho do meio, coisa pouca, milimetros, ai ele ligava o segundo estágio, dai temperatura abaixava bem, ia pra 1/4 na escala do painel. Sem o ar-condicionado ligado, o segundo estágio nunca ligou (não que eu me lembre).... é assim mesmo?

Como painel digital, a marcação é um pouco diferente (em todos os digitais é assim)... a temperatura fica direto no meio. Mas se eu pegar trânsito pesado ou for um dia muito quente e estiver com o AC ligado, ele acende um quadradinho depois do meio, mas na hora que isso acontece, liga o segundo estágio. Sem o AC, a temperatura se mantém sempre no meio, mesmo pegando trânsito intenso. Tá certo isso?

Abraço! :smt023
Monza GLS 96/96 - Verde Rousseau - COMPLETO
Omega CD 4.1 98/98 - Preto Liszt
Ex-Monza Classic SE 92/92 - Vermelho Ciprius - COMPLETO
Ex-Opala Comodoro SL/E 90/90 - Cinza Berílio - COMPLETO

Tópico de Restauração: Restauração Monza GLS 96 + Teto Solar - A SAGA!
Avatar do usuário
Diego Paiva
MODERADOR
 
Mensagens: 11022
Registrado em: 14 Dez 2006, 13:48
Estado: CE - Ceará
Cidade: Fortaleza
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1996/1996
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Carlos A. Freire » 03 Dez 2008, 18:46

Diego,

veja o que o antigo consultor técnico do Monza Clube, Luiz Yoshimura, respondeu a uma consulta:

http://www.monzaclube.com/sosmonza/sosm ... o_01.shtml

S.O.S. publicado em: 28/09/2000
Enviado por: Renato Trajano de Mattos (Franca, SP)
Características do carro: Monza GLS 2.0 EFI, 1995, gasolina

Dúvida: a temperatura do meu carro oscila muito. Com o carro em movimento o marcador fica bem abaixo do meio. Já com o carro andando devagar, ou parado, o marcador sobe acima deste nível. Após o ventilador ligar, novamente a temperatura volta a cair. Já troquei a água do sistema, o aditivo do radiador, a válvula termostática e o sensor de temperatura. Estando o ar-condicionado ligado a temperatura não ultrapassa o meio. Este fenômeno é normal e isto afeta o motor?

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: a partir de 1995 o Monza equipado com a injeção EFI à gasolina recebeu uma nova programação na sua unidade de controle eletrônico, assim como também passou a ser equipado com a válvula EGR (recirculação dos gases do escapamento), tendo como finalidade uma melhora na queima e com a intenção de reduzir os níveis de emissões, assim como da carbonização do motor. Entre essas mudanças está o aumento da temperatura de início de trabalho do eletroventilador, fazendo o marcador ultrapassar a marca do meio quando o veículo não está em movimento ou com o ar-condicionado desligado, ou seja, quando o veículo não recebe corrente de ar em seu radiador.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP
Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
 
Mensagens: 12790
Registrado em: 18 Jan 2007, 10:06
Estado: SP - São Paulo
Cidade: São Paulo
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1996/1996
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor José Leal » 03 Dez 2008, 20:29

Diego, mas até onde vai minha ignorância, ao ligar o AC, a ventoinha fica disparada na 2ª velocidade, independente da temperatura do motor (controlado por aquele sensor que estava com mal contato no seu carro, lembra-se?).

Olha aqui o esquema:
viewtopic.php?f=9&t=5447#p63772

Logo abaixo tem uma explicação detalhada do Luiz Carlos.

Se no seu caso a ventoinha fica oscilando o funcionamento quando o carro está em marcha-lenta, confira como está o nível de gás no sistema.

Até mais.
Avatar do usuário
José Leal
MODERADOR
 
Mensagens: 6783
Registrado em: 07 Fev 2008, 12:56
Estado: GO - Goiás
Cidade: Goiânia
Monza: Não tenho Monza! :(

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Carlos A. Freire » 04 Dez 2008, 06:49

No meu Monza GLS 96, ao ligar o AC, a ventoinha aciona na primeira velocidade (mais lenta) por um tempo, depois entra a segunda velocidade. Fica alternando entre as duas velocidades conforme a necessidade, não fica constantemente em só uma velocidade. Ele é assim desde que comprei em 1999, quando ainda tinha 30.000km. Em janeiro fiz manuetnção no AC, e continuou da mesma forma.
Pelo que já foi comentado aqui neste fórum, parece que o ECM tem programação diferente entre os modelos 95 e 96, para os modelos anteriores. O Luiz Carlos teve essa experiência, pois teve (tem) o Monza dos dois modelos.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP
Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
 
Mensagens: 12790
Registrado em: 18 Jan 2007, 10:06
Estado: SP - São Paulo
Cidade: São Paulo
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1996/1996
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Diego Paiva » 04 Dez 2008, 08:46

Ah, sendo assim o meu está correto :mrgreen: todo mundo acha estranho o meu carro, diz que esquenta demais. Mas pelas informações que o Carlos passou, tá certinho :mrgreen:

Valeu, Carlos :smt023
Monza GLS 96/96 - Verde Rousseau - COMPLETO
Omega CD 4.1 98/98 - Preto Liszt
Ex-Monza Classic SE 92/92 - Vermelho Ciprius - COMPLETO
Ex-Opala Comodoro SL/E 90/90 - Cinza Berílio - COMPLETO

Tópico de Restauração: Restauração Monza GLS 96 + Teto Solar - A SAGA!
Avatar do usuário
Diego Paiva
MODERADOR
 
Mensagens: 11022
Registrado em: 14 Dez 2006, 13:48
Estado: CE - Ceará
Cidade: Fortaleza
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1996/1996
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor José Leal » 04 Dez 2008, 13:45

Professor, eu sempre achei que a ventoinha ficava funcionando na alta quando o AC está ligado. Sobre a programação da IE, foi o que eu relatei quando troquei a minha central, e depois quando coloquei o chip original.

Obrigado por esclarecer minha dúvida e alertar o meu equívoco :oops:

Até mais.
Avatar do usuário
José Leal
MODERADOR
 
Mensagens: 6783
Registrado em: 07 Fev 2008, 12:56
Estado: GO - Goiás
Cidade: Goiânia
Monza: Não tenho Monza! :(

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor waldir » 04 Dez 2008, 15:04

Amigos,

Há uns 5 anos atrás eu cismei que a ventoinha ficava ligada, ou seja, só parava quando desligava o carro. Levei no mecanico e falei, dá uma examinada nesta ventoinha deve estar com problema, não desliga nunca, vai quermar esse motor da ventoinha novamente (tinha queimado uma vez)
Ele olhou dentro do capuz, olhou pra minha cara e sorriu e falou está certinho, não tem nada de errado... Eu falei como não se ela não desliga?

Ele respondeu: toda vez que vc ligar a ignição e o AC estiver ligado a ventoinha vai funcionar... tóóóíiiinnnn ... paguei o maior mico, eu andava sempre com o AC ligado.

Há um ano quando desisti de gastar dinheiro com AC eu o desliguei, mas mantive o conector da ventoinha ligado, ou seja, se eu acionar a alavanca do ar ou do desembaçador a ventoinha vai funcionar em baixa. E assim eu mantinha a ventoinha ligada e o motor sempre frio.

Em maio pp entrando aqui no forum vim a descobrir que o Monza a alcool deve trabalhar com temperatura mais altas para facilitar a combustão e se torna mais econômico... pronto, descobri que o motor tem um sensor de temperatura e uma válvula termostática e uma Central que devem operar para as condições que foram projetados hahahahaha

Passei a economizar combustivel e com melhora da performance... e a nova descoberta ontem, foi a troca 'programada' da VT <:o)

Quero morrer afinando este violino chamado Monza (brincadeirinha)

Abraços

waldir
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya
Imagem
Avatar do usuário
waldir
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2949
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Estado: SP - São Paulo
Cidade: Campinas
Monza: Sedan Hi-Tech 2.0
Ano/Modelo: 1995/1995
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor waldir » 10 Dez 2008, 13:36

Olá Amigos,

Efetuei a troca da VT e até fiz um tutorial. Não há dificuldade, mas nunca havia trocado eu mesmo... e vi o reposicionamento qdo foi trocado o braço/carcaça onde vai colocada a VT e agora fiz por conta.

Não houve mudança significativa, qdo o motor e a temperatura ambiente estão altas no final da tarde, a ventoinha demora mais para desligar, o que deve ser natural. Continua acionando a ventoinha no meio da escala e desligando 1/4 abaixo, embora quem faça isso é o sensor de temperatura mais a Central.

Penso que pelo estado da VT substituida, ela estava em vias de aprontar comigo :lol:

Fiz um teste com a VT velha 'cozinhando-a" para ver a abertura, porém não é significativa pq falta a pressão da tubulação imprimida pela bomba dágua, mas foi possivel verificar que ela estando fria não fechava bem. Colocando água fria no gargalo de saida ela vazava rapidamente por gravidade devido os aneis internos estarem deformados.

Agradeço os comentarios e informações e a paciência para comigo.

Abraços

waldir
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya
Imagem
Avatar do usuário
waldir
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2949
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Estado: SP - São Paulo
Cidade: Campinas
Monza: Sedan Hi-Tech 2.0
Ano/Modelo: 1995/1995
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor gleidson » 11 Dez 2008, 18:06

pessoal troquei a valvula do meu monza 1.8 alcool na sexta feira passada e o que esta acontecendo é o seguinte :
antes a ventoinha acionava pouco acima da escala azul , mais ou menos na metade da escala, do meio para baixo ,"parte fria " , mas agora ela esta acionando no meio da escala de cima , do meio para cima " parte quente " , agora o ponteiro sempre fica no meio da escala " parte morna ", e o carro esquenta em menos de 5 minutos , isso é normal ?????????? aguardo informaçoes dos amigos monzeiros desculpem me por colocar a mesma mensagem nesse outro topico é que estou preocupado .... .obrigado :( :smt010
MONZEIROS DE GUARULHOS !


Monza sl/e 1988 1.8 ETANOL 95cv
Imagem
Avatar do usuário
gleidson
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 1713
Registrado em: 31 Ago 2008, 11:25
Estado: SP - São Paulo
Cidade: GUARULHOS
Monza: Sedan SL/E 1.8
Ano/Modelo: 1988/1988
Sist. Alimentação: Carburador 2E
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor waldir » 12 Dez 2008, 19:49

Gleidson,

o correto é a ventoinha ser acionada quando o ponteiro estiver no meio da escala e desligar qdo ele descer para 1/4.

Foi trocado o sensor de temperatura?
O meu sensor antigo estava mandando sinal para Central acionando a ventoinha qdo o ponteiro chegava a quase 3/4, ou seja um pouco acima do meio. E o sensor novo está correspondendo ao meio da escala e desligando a 1/4.

O sensor de temperatura (cebolão) aciona a ventoinha no caso o Monza 88 (não tenho certeza) e o que aciona o ponteiro no painel é o outro sensor de temperatura menor que fica no lado esquerdo do motor.

Li também no Monza Clube que a valvula termostástica dos carburados devem estar totalmente aberta a 91ºC (no meu caso ela começa abrir aos 92ºC)

Aguarde as informações dos mais tecnicos do forum... comigo é só achismo ou relato do que já ocorreu comigo, digo, com o meu Monza

abraço

waldir
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya
Imagem
Avatar do usuário
waldir
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2949
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Estado: SP - São Paulo
Cidade: Campinas
Monza: Sedan Hi-Tech 2.0
Ano/Modelo: 1995/1995
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor gleidson » 20 Dez 2008, 10:30

muito obrigado waldir !!!!!!!!!estou desconfiando disso mesmo, do sensor ,acho que sao 2 sensores no motor ,e um cebolao no radiador onde tem 2fios ... vou trocar tudo .......obrigado tks :smt023
MONZEIROS DE GUARULHOS !


Monza sl/e 1988 1.8 ETANOL 95cv
Imagem
Avatar do usuário
gleidson
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 1713
Registrado em: 31 Ago 2008, 11:25
Estado: SP - São Paulo
Cidade: GUARULHOS
Monza: Sedan SL/E 1.8
Ano/Modelo: 1988/1988
Sist. Alimentação: Carburador 2E
Combustível: Álcool/Etanol

Re: A importancia do Sistema de Arrefecimento.

Mensagempor Luiz Carlos (Rio) » 20 Dez 2008, 17:08

Pessoal, reitero o pedido de sempre informar qual o modelo e ano do Monza qdo fizer alguma pergunta.
Com isso não surgirão sugestões que não se aplicam ao carro em questão.
No caso do EFI, dá para se estabelecer uma relação entre o momento em que o eletroventilador é acionado e a temperatura do motor, visto que quem comanda o eletroventilador é o sensor que está no motor.
Já no Monza carburado o eletroventilador é acionado em função da temperatura da água no radiador, que, de acordo com a situação de transito no momento, pode fazer o ventilador entrar com motor relativamente frio ou relativamente quente.

Hoje, por exemplo, eu acabei de reinstalar meu radiador e mangueiras, depois de uma 'ajeitada' neles. O radiador eu fiz uma vedação com araldite 24 horas para estancar um pequeno vazamento, e na mangueira inferior eu cortei 5 mm do comprimento, para melhorar o 'casamento' dela com o bocal do radiador.
Qdo estava com o radiador fora, aproveitei e dei uma boa mangueirada de água na colmeia, que tinha muita sujeira.
Qdo funcionei o motor, chegou um momento em que aquela água começou a evaporar, devido ao calor. Se meu carro tivesse cebolão no radiador, certamente ele atrasaria o acionamento do ventilador, já que, segundo dizem alguns fabricantes de ar condicionado doméstico, se vc borrifar água no radiador, melhora sua eficiência. Tanto é assim que alguns aparelhos borrifam aquela água oriunda da condensação do evaporador sobre o condensador (que é um radiador) lá fora.

Abraços
Luiz Carlos
Monza GLS 94 EFI 2 portas - gasolina - prata argenta
Rio de Janeiro - RJ
Avatar do usuário
Luiz Carlos (Rio)
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
 
Mensagens: 2448
Registrado em: 15 Dez 2006, 10:22
Estado: RJ - Rio de Janeiro
Cidade: Rio de Janeiro
Monza: Sedan GLS 2.0
Ano/Modelo: 1994/1994
Sist. Alimentação: EFI
Combustível: Gasolina


Voltar para Ar condicionado/Ventilação e Arrefecimento

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes