Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Discussões sobre Legislação, IPVA, Política, etc, relacionados a automóveis.
Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
Mensagens: 17469
Registrado em: 18 Jan 2007, 11:06
Cidade: SAO PAULO
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1996
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Mensagem não lida por Carlos A. Freire »

Entendo que será como nas outras vezes que houve mudança de placa. Para os veículos novos já colocam a placa nova.
Para os veículo que tem a antiga, tem um prazo grande para troca e assim que for fazendo nova transferência de propriedade troca-se a placa também.

Lembro que tive um Passat TS e mudei de placa amarela para cinza, e depois no Monza 87 que tive, foi também foi necessária essa mudança. não estou bem de memória, mas acho que no Passat eu troquei por minha conta, sem a necessidade, pois não havia transferência e o carro já estava no meu nome, quando veio a mudança de placas.
Lembro que no Passat me arrependi, pois as placas eram de má qualidade e enferrujavam fácil.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP

jorgeAP
Membro Classic (Ní­vel 7)
Mensagens: 997
Registrado em: 30 Jun 2013, 04:56
Cidade: Belo Horizonte
Estado: Minas Gerais-MG
Modelo: Monza Classic SE
Motor: 2.0
Ano: 1991
Combustível:: Etanol
Injeção: Carburador

Re: Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Mensagem não lida por jorgeAP »

José Leal, me referi exatamente a PLACA PRETA, que vai sair para dar lugar a placa padrão apenas com letras e números pretos, o charme e ela com fundo preto, dá um ar nostálgico de coisa antiga mesmo.
Leocastro, aqui em Minas não se obrigou ainda a troca das PLACAS por aquelas com códigos, e acho que com essa mudança Minas vá passar essa etapa indo direto para PLACA MERCOSUL.
Monza 91 automático (o melhor)

Leocastro
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 5566
Registrado em: 27 Nov 2009, 08:15
Cidade: Montes Claros
Estado: Minas Gerais-MG
Modelo: Não tenho Monza :(

Re: Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Mensagem não lida por Leocastro »

jorgeAP escreveu:José Leal, me referi exatamente a PLACA PRETA, que vai sair para dar lugar a placa padrão apenas com letras e números pretos, o charme e ela com fundo preto, dá um ar nostálgico de coisa antiga mesmo.
Leocastro, aqui em Minas não se obrigou ainda a troca das PLACAS por aquelas com códigos, e acho que com essa mudança Minas vá passar essa etapa indo direto para PLACA MERCOSUL.
Entendi Jorge!
Atual: Astra G 2002 CD
EX - Monza Classic SE 2.0 MPFI 1991 2012-2017 80.000 km rodados nesse tempo!
EX - Astra Belga SW
EX - Monza SL/E 2.0 1990

José Leal
MODERADOR
Mensagens: 7323
Registrado em: 07 Fev 2008, 13:56
Cidade: Goiânia
Estado: Goiás-GO
Modelo: Não tenho Monza :(

Re: Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Mensagem não lida por José Leal »

Leocastro, vintage total essa sua placa!
Por aqui tá com essa frescura de placa com código de barras e lacre com rastreamento. Provavelmente o IPVA do ano que vem vai ter o acréscimo para a troca (para quem pagou IPVA a partir de junho desse ano já teve o acréscimo). E depois, mais para frente a placa Mercosul.

Jorge, agora entendi sua colocação. Mas até que achei legal essa nova padronização.

[OFF]Os Velozes e Furiosos já previram essa placa nova...

Imagem
Imagem
.Imagem

jorgeAP
Membro Classic (Ní­vel 7)
Mensagens: 997
Registrado em: 30 Jun 2013, 04:56
Cidade: Belo Horizonte
Estado: Minas Gerais-MG
Modelo: Monza Classic SE
Motor: 2.0
Ano: 1991
Combustível:: Etanol
Injeção: Carburador

Re: Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Mensagem não lida por jorgeAP »

É essas joias de carros anos 50, 60 70, principalmente os carros dos anos 60 para trás eram praticamente todos pretos e a placa preta neles parece um casamento perfeito.
A mesma coisa achava da placa AMARELA "pensem vocês colocar uma placa amarela numa FERRARI modelo TESTARROZA dos anos 80 é um pecado sem perdão".
Monza 91 automático (o melhor)

Adrianno Sakamoto
Membro Class (Ní­vel 5)
Mensagens: 481
Registrado em: 02 Ago 2011, 00:18
Cidade:
Estado: - SELECIONE --------
Modelo: - SELECIONE --------

Re: Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Mensagem não lida por Adrianno Sakamoto »

O pessoal da PP não curtiu muito, mas o padrão novo está ai... as sequencias brasileiras estão no fim. No Corsa a placa traseira é 1994 e a frontal 1999.
"Mas design, que palavra é essa? Devagar com o andor!"
Corsa Wind 1994 - Azul Haydn

Monzas que já passaram na família:
SL/E 1.8 2p alc 1984 - Dourado Cobre
SL/E 1.8 2p alc 1989 - Verde Amazônia
650 2.0 4p gas 1993 - Vermelho Goya

Avatar do usuário
Luiz Carlos (Rio)
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 4041
Registrado em: 15 Dez 2006, 11:22
Cidade: Rio de Janeiro
Estado: Rio de Janeiro-RJ
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: Denatran apresenta novas placas padrão Mercosul

Mensagem não lida por Luiz Carlos (Rio) »

Olá pessoal.

O tópico é antigo, mas o assunto é atual, haja vista que alguns Estados já estão adotando o novo modelo de placa.
Aqui no Estado do Rio adotaram a placa e já houve mais de uma modificação depois da adoção.
Então, permitam-me falar um pouco sobre ela e as mudanças ocorridas.

A placa modelo Mercosul copiou a filosofia da placa da União Européia. Lá, como os veículos circulam livremente entre os vários países do bloco, tornou-se imperioso unificar tudo, para facilitar a fiscalização, inclusive com o uso de câmeras inteligentes, aquelas capazes de ler os caracteres das referidas placas.

O modelo adotado no Mercosul foi logo implementado na Argentina e Uruguai.
Agora que essas placas estão circulando no Rio de Janeiro, deu para ver algumas de suas características ao vivo, e confesso que não gostei do que vi.
Em primeiro lugar, na Argentina as letras e números estão dispostos de forma a facilitar a leitura e memorização (quando se procura guardar na memória a placa de um carro que cometeu um atropelamento, etc, para depois anotar num papel). Já na placa brasileira, a dificuldade começa na mistura que fizeram de letras com números. Espremeram os caracteres para poder inserir um monte de penduricalhos inúteis, como brasão do estado, do município, etc. As letras e números também me pareceram enfeitados demais. Vejam abaixo uma placa da Argentina e outra do Brasil:
placa argentina.jpg
placa brasileira.jpg
Eu, inicialmente, critiquei o tipo de letras e números. Achei estranhos. Depois descobri que esses caracteres foram criados inicialmente na Alemanha, em 2000, e observando com atenção, é mesmo difícil adulterar os mesmos usando, por exemplo, fita adesiva. Para adulterar é preciso mexer na tinta de fundo da placa, e essa é reflexiva, uma outra tinta seria fácil de detectar, principalmente pelos dispositivos usados para multar, como radares, etc.
Abaixo uma amostra dos caracteres FE-Schrift. O F e o E são iniciais, em alemão, do substantivo Falsificação (Fälschung) e do verbo Impedir (erschweren).
letras FE-Schrift.jpg
Sobre as modificações já feitas, a primeira foi abolir o lacre, lacre esse que estava sendo usado (e cobrado).
A segunda foi eliminar os brasões do Estado e Município. Antes, toda vez que um veículo mudasse de cidade ou estado, havia necessidade de nova placa. Coisa de maluco...ou gente interessada em ganhar dinheiro às custas dos proprietários de veículos. :(
Eu ainda acho que tem coisa sobrando. Se o nome do país já está na faixa azul, para que a sigla BR no canto esquerdo? A placa da Argentina não tem isso.

Abraços e feliz 2019 para todos.
Você não está autorizado a ver ou baixar esse anexo.
Luiz Carlos
Monza GLS 2.0 -1994 EFI 2 portas - gasolina - prata argenta
Rio de Janeiro - RJ

Responder