DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Assuntos específicos sobre Injeção eletrônica e Carburador.
Avatar do usuário
rafamts
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
Mensagens: 1528
Registrado em: 04 Abr 2007, 17:41
Cidade: São Gonçalo
Estado: Rio de Janeiro-RJ
Modelo: Monza GL
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por rafamts »

dutra s a escreveu:
30 Jul 2021, 19:57
Pois é. Sabemos que mesmo peças novas podem vir com problemas invisíveis. Eu mesmo já peguei VT com problemas e nos dias de hoje antes de instalar no carro eu assopro forte ela, se passar ar, então a membrana não está vedando e por conta disso vai demorar a esquentar elevando o consumo.

No caso do CTS até onde sei, uns dos fios é interligado com TPS e pelo que vi aqui é o fio amarelo/preto pino D2 da UCE que é o terra do CTS e TPS (juntos), portanto, é bom ficar esperto com esses aterramentos e também é bom lembrar que sensor de painel não tem nada haver com o sensor da UCE, o de painel é só para monitorar mesmo.

Eu já tive problemas com o fio do sensor de painel, qualquer mexida ou vibração que movimentasse o conector do sensor o marcador do painel mudava o ponto de quando ia acionar a ventoinha, nisso troquei o fio inteiro e um conector novo para o sensor, dai ficou perfeito e, como eu queria que marcasse no meio quando acionava a ventoinha arranquei o ponteiro e botei no ponto que queria.

Muitas vezes por estar meio dobrado e esticado o fios do CTS costumam quebrar devido as calorias.
Peguei essa imagem aqui no fórum, se ajudar...

abs estamos ai


Dutra, com relação à imagem postada, as temperaturas de acionamento e desligamento da ventoinha para o monza EFI gasolina estão erradas. Monza gasolina aciona ventoinha em torno de 101Cº e desliga em torno de 94ºC.

Abraços,
Rafael

Avatar do usuário
dutra s a
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
Mensagens: 2227
Registrado em: 29 Abr 2010, 23:31
Cidade: SP
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por dutra s a »

Eu tinha notado isso em algum tópico por ai perdido, eu tinha comentado, rsrsr!

Só não sei se desta forma que está na imagem se aplica a algum Monza carburado com esse valores, pois só peguei está imagem, porquê coincide com muitos Monza/Kadett e Ipanema. Se tratando da posição do ponteiro ao acionar e desligar a ventoinha que presenciei em muitos, mas, de valores já tinha visto que algo não batia, pois sei que tanto EFI etanol ou gasolina possui a mesma VT para abrir e fechar nesses mesmos valores que você mencionou e, não lembro se são os mesmo para os MPFI, acho que sim.

Minha intenção foi mais para a posição do ponteiro trabalhando, mesmo porquê, acredito que acionar a ventoinha estando no meio da escala (como está no meu) está errado, mas foi por questão de gosto mesmo que deixei assim, rsrsr!

abs estamos ai
CAÇA 94 GLS F 18WR+ ETANOL X 2.0 E.F.I. - DCR

Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
Mensagens: 17508
Registrado em: 18 Jan 2007, 11:06
Cidade: SAO PAULO
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1996
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por Carlos A. Freire »

Bom dia a todos.

Desde que esteja em ordem o motor, elétrica e painel (analógico), não há diferenças entre marcações do painel para Monza carburado, EFI ou MPFI, todos gasolina ou álcool. O ponto de referência onde está o sensor do painel é o mesmo para toda linha do Monza.
A diferença em geral se dá a problemas e falta de correções em alguma das partes citadas acima.

Estão levando em conta a temperatura de acionamento da ventoinha, que essa sim é diferente entre o tipo de alimentação de combustível. Esquecem que no motor há pontos mais quentes e pontos mais frios. Ou seja, o motor não fica na mesma temperatura como um todo. A carcaça da válvula termostática tem mais temperatura do que a caixa de entrada do radiador. Isso é fácil comprovar com termômetro de mira a laser. Por isso, carburado tem o acionamento do interruptor térmico em temperatura menor do que o EFI, onde a UCE recebe informação para acionar a ventoinha, do CTS alojado na válvula termostática.

Com relação a VT ser a mesma entre álcool e gasolina, só se refere ao motor 2.0 EFI , onde todos tem a mesma VT (92/170º). Nos carburados não é bem bem assim. O acionamento da ventoinha não tem nada a ver (caso não tenha problemas) com a válvula termostática. Exemplo: Se a ventoinha desarma aos 94/95ºC, e a VT abre aos 92ºC, mostra que ela não teve influência em ligamento e desligamento da ventoinha. Ou seja, a ventoinha desarmou antes da VT fechar totalmente.


Quanto ao desenho repostado aqui, é um trabalho de um dos tópicos de contribuição do Waldir, que se baseou no Monza dele e na temperatura do sensor do painel naquela condição de temperatura do motor.

Assim, podemos dizer em todo Monza em boas condições, a ventoinha arma (A/C desligado) no 1/2 do marcador e desarma em 1/4 do marcador, sempre acima da marca azul. Um pouco acima ou um pouco abaixo pode ser considerado como tolerância. Muito acima ou abaixo indica problemas a ser corrigido.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP

Avatar do usuário
dutra s a
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
Mensagens: 2227
Registrado em: 29 Abr 2010, 23:31
Cidade: SP
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por dutra s a »

Valeu Mestre

abs
CAÇA 94 GLS F 18WR+ ETANOL X 2.0 E.F.I. - DCR

Eder93
Membro SL (Ní­vel 1)
Mensagens: 34
Registrado em: 13 Jun 2012, 17:21
Cidade: Recife
Estado: Pernambuco-PE
Modelo: Monza SLE
Motor: 2.0
Ano: 1993
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por Eder93 »

O que ainda não consegui consertar no meu foi esse indicador no painel. Com o monitoramento do DashBoard foi possivel notar que a UCE arma a ventoinha aos 101° e desarma aos 95°, porém a marcação do painel está lá em cima, quase chegando no vermelho quando entra a ventoinha na segunda velocidade, até a luz de emergência da temperatura acende. O carro sempre está trabalhando com as marcações acima do recomendado. Já troquei o sensor que vai no cabeçote, já desmontei o painel verificando os aterramentos, até liguei um fio direto do chicote no sensor para ver se melhorava, mas não houve resultado. O que faz a luz de temperatura acender é o ponteiro do painel ou a UCE? Porque de acordo com o DashBoard as temperaturas processadas pela central e os acionamentos da ventoinha estão dentro do esperado.
Um outro Monza que eu tive, o ponteiro nunca passava do meio da escala, na verdade ele chegava perto do meio e já voltava, pois a ventoinha já armava e baixava a temperatura. Minha esposa também dirige esse meu Monza e sempre ela toma um susto quando a luz acende.
Monza, muito mais que um carro! :ok:

Avatar do usuário
rafamts
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
Mensagens: 1528
Registrado em: 04 Abr 2007, 17:41
Cidade: São Gonçalo
Estado: Rio de Janeiro-RJ
Modelo: Monza GL
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por rafamts »

Eder93 escreveu:
19 Ago 2021, 23:56
O que ainda não consegui consertar no meu foi esse indicador no painel. Com o monitoramento do DashBoard foi possivel notar que a UCE arma a ventoinha aos 101° e desarma aos 95°, porém a marcação do painel está lá em cima, quase chegando no vermelho quando entra a ventoinha na segunda velocidade, até a luz de emergência da temperatura acende. O carro sempre está trabalhando com as marcações acima do recomendado. Já troquei o sensor que vai no cabeçote, já desmontei o painel verificando os aterramentos, até liguei um fio direto do chicote no sensor para ver se melhorava, mas não houve resultado. O que faz a luz de temperatura acender é o ponteiro do painel ou a UCE? Porque de acordo com o DashBoard as temperaturas processadas pela central e os acionamentos da ventoinha estão dentro do esperado.
Um outro Monza que eu tive, o ponteiro nunca passava do meio da escala, na verdade ele chegava perto do meio e já voltava, pois a ventoinha já armava e baixava a temperatura. Minha esposa também dirige esse meu Monza e sempre ela toma um susto quando a luz acende.
Já verificou se o problema não está no próprio marcador de temperatura?

Eder93
Membro SL (Ní­vel 1)
Mensagens: 34
Registrado em: 13 Jun 2012, 17:21
Cidade: Recife
Estado: Pernambuco-PE
Modelo: Monza SLE
Motor: 2.0
Ano: 1993
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por Eder93 »

Para isso eu precisaria comprar um marcador novo e fazer a substituição?
Monza, muito mais que um carro! :ok:

Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
Mensagens: 17508
Registrado em: 18 Jan 2007, 11:06
Cidade: SAO PAULO
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1996
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: DashBoard MKTECHK para monitoramento E.F.I. Multec 700

Mensagem não lida por Carlos A. Freire »

Eder93 escreveu:
15 Set 2021, 10:28
Para isso eu precisaria comprar um marcador novo e fazer a substituição?
Em geral esse defeito é em aterramentos, que apenas inspeção visual não servem como teste ou indicação de estar em ordem e ou problemas na PCI do painel. Só fazendo os devidos testes para saber onde está o defeito e assim fazer a correção necessária.

Quando se trata de cabos de alta corrente, como o negativo do motor e bateria e o positivo, os testes a serem feitos é o de queda de tensão em cada cabo.
Monza de 91 a 96 tem alto índice de problemas nos cabos negativo e positivo. Fique atento.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP

Responder